Empresários do Ceará apoiam decisão de prender Lula

Empresários do Ceará apoiam decisão de prender Lula

- em Geral
7

Empresários do Ceará apoiam decisão de prender Lula

06 de april de 2018 às 09:37

undefined

 

A decretação da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar o pedido de habeas corpus preventivo requerido pelos seus advogados, foi de grande importância para recuperar a credibilidade do País. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, destacou que a decisão foi de grande relevância.“O ponto fundamental foi a decisão do STF, garantindo aos brasileiros a esperança da Justiça igual para todos. Não é o fato de ser ou não o Lula. É a luta que nós temos com relação à impunidade em nosso país. A segurança jurídica é importante para garantir a aplicação da lei. E isso é um fator de atração para novos investimentos aqui para o Brasil. Afinal, a prisão em segunda instância já havia sido aprovada, por unanimidade. Foi uma noite histórica para o povo brasileiro”, desse.O empresário também destacou a agilidade com que o juiz federal Sergio Moro realizou os procedimentos a fim de decretar a prisão preventiva do ex-presidente da República e garantir que ele tenha uma cela especial, para realizar o início do cumprimento de sua pena de 12 anos e um mês de detenção. “Sobre a determinação do juiz Sergio Moro para que seja efetuada a prisão do Lula, também foi muito importante. Só nos chamou atenção a velocidade com que isso foi feito, não se deixou para amanhã. Mas há de ressaltar que ele será recebido de forma bastante digna, respeitosamente, com toda a receptividade que um ex-presidente merece ter. Trata-se de um momento muito importante, para o Brasil e a manutenção do estado democrático de direito”, completou o presidente da Fiec.Comércio
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Assis Cavalcante, o Brasil está se transformando numa democracia mais amadurecida, tendo em vista os últimos fatos que aconteceram no País, em especial a decisão do STF na madrugada de ontem, e a decretação da prisão do ex-presidente Lula. “O respeito entre os poderes fica muito evidente nesse momento. Do ponto de vista do mercado internacional, os investidores estão percebendo que o Brasil está mais amadurecido, que pessoas de todas as classes envolvidas em algum tipo de corrupção estão sendo punidas. Isso não vale só para o Lula ou os empresários detidos durante a Operação Lava Jato. Vale para todos aqueles que praticaram algum tipo de crime. E do ponto de vista do consumidor, vai perceber que a economia está desvinculada da política e o risco de se perder o emprego desaparece, havendo mais equilíbrio no mercado, gerando mais consumo e fazendo a economia girar. Com o afastamento do Lula das eleições presidenciais vão despontar novos candidatos e o eleitor vai ficar mais cauteloso na hora de votar”, enfatizou.

Fonte: O Estado CE e TVJ1

Tópicos:




Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Ceará é o único estado do Nordeste a reduzir a pobreza extrema, comemora Camilo Santana

  O Ceará foi o único estado do