Repórter do Ceará é agredida e clube lança nota de repúdio

Repórter do Ceará é agredida e clube lança nota de repúdio

- em Geral
56

 


Alvinegro afirmou que registrará Boletim de Ocorrência para abertura de uma investigação sobre o caso

07:10 · 30.04.2018 / atualizado às 10:32
Mari Rios
Conforme nota divulgada pelo clube, além das agressões verbais, Mari Rios teria sofrido “puxões pelo braço” ( Foto: Reprodução/Youtube )
A repórter Mari Rios, do Vozão TV, canal oficial do Ceará Sporting Club no Youtube, sofreu agressões físicas e verbais por parte de torcedores alvinegros enquanto trabalhava na cobertura da partida entre Ceará e Flamengo, na Arena Castelão, nesse domingo (29). O Vovô foi derrotado por 3 a 0 . Em nota, o clube repudiou os ataques contra a funcionária e afirmou que registrará Boletim de Ocorrência para abertura de uma investigação sobre o caso.

Conforme nota divulgada pelo clube, além das agressões verbais, Mari Rios teria sofrido “puxões pelo braço”. A direção do Ceará também prometeu colocar à disposição da repórter todo o aparato jurídico do Alvinegro. “Acreditamos que nenhuma manifestação de torcida pode exceder os limites da civilidade e respeito ao próximo”, destacou o clube.

O Ceará também manifestou apoio à campanha #DeixaElaTrabalhar. Recentemente, jornalistas mulheres que trabalham na área do esporte iniciaram intensa mobilização para denunciar todos os casos de agressão sofridos por elas no exercício de suas funções.

“O Ceará S.C reforça o apoio ao manifesto #DeixaElaTrabalhar e vai se empenhar para que o fato seja apurado e os agressores sejam devidamente punidos. Somos radicalmente contra ações dessa natureza”, completa a nota.

Federação Cearense se solidariza

A Federação Cearense de Futebol também manifestou solidariedade à repórter. “Fica a solidariedade desta Federação e todo futebol cearense para com a repórter Mari Rios, bem como a todas as mulheres que trabalham no futebol, pois este deve ser um ambiente plural e democrático para todos trabalharem com a tranquilidade e o respeito que merecem”, afirmou a entidade em nota.

Fortaleza também se manifesta

Quem também mostrou solidariedade ao Ceará foi o maior rival do time, o Tricolor de Aço. “O Fortaleza Esporte Clube, através de sua Diretoria e Assessoria de Comunicação, se solidariza e lamenta o ocorrido com a repórter da TV do Ceará, Mari Rios. Que providências sejam tomadas e casos como esses não se repitam”.

Ceará perde em casa

O Ceará entrou em campo pela 3ª rodada da Série A na esperança de mostrar um futebol melhor, do nível que exige a elite do futebol nacional, após somar um ponto contra o São Paulo na rodada anterior. Mas não teve apoio maciço da torcida no Castelão que desse jeito para o Vozão conseguir chegar à sua primeira vitória.

O Alvinegro mostrou mais uma vez limitações técnicas visíveis, principalmente ofensivas e um respeito excessivo ao adversário na tarde de domingo e foi derrotado por 3 a 0 para o Flamengo. Com o resultado, o Ceará chega ao terceiro jogo sem vitória – e nenhum gol marcado na Série A – ocupando o Z-4

Fonte: DN

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Ceará é o único estado do Nordeste a reduzir a pobreza extrema, comemora Camilo Santana

  O Ceará foi o único estado do